O que é diferente no PLM do ARAS Innovator?

Aras Corp está agitando o eco-sistema PLM. As últimas notícias sobre adição de Airbus a lista de clientes Aras surpreendeu e gerou perguntas entre especialistas da indústria PLM. A Revista Desktop Engineering criou algumas publicações para cobrir a notícia. Uma delas – Aras Innovator Touches Down in Airbus’ PLM Backbone pode dar-lhe um bom resumo do por que a Airbus tomou tal decisão.

A Airbus tornou sério o assunto sobre plataforma PLM por uma série de razões. Entre elas: sua arquitetura aberta, sua agilidade para construção de soluções, devido à sua interface gráfica interativa, e o critérios-chave – melhor visibilidade de custo total de propriedade em comparação com PLM tradicional. Airbus tem mais de 2.000 aplicações em seu portfólio de PLM e uma variedade de diferentes plataformas de apoio, o que contribui para um ambiente muito complexo, pesado em personalizações.

Como parte do seu modelo único de subscrição, Aras abrange todo o trabalho e os custos envolvidos na migração de personalizações para uma nova versão. Esse é um recurso que tem um enorme impacto sobre o custo total de propriedade de PLM, diz Weimer. “Atualizando as nossas personalizações pode ser um custo muito significativo para nós, mas porque Aras inclui issi na assinatura, todas as personalizações são transportadas para o próximo lançamento … e Aras carrega o risco e o custo do upgrade”, diz ele.

O que torna possível essa promessa é a tecnologia subjacente na plataforma Aras Innovator, observa Marc Lind, Aras vice-presidente sênior de marketing. “Com a nossa plataforma, você está modelando ao contrário da escrita que compila o código personalizado”, explica ele. “O que isto significa é que a plataforma por baixo pode ser atualizada, mantendo a integridade dos modelos – e não apenas a partir dos recursos “fora da caixa”, mas com as personalizações também.”

Um documento importante disponibilizado pela Desktop Engineering é chamado – Aras is Making the Case for Resilient PLM. Você pode baixá-lo do site Aras. Esse documento traz o termo “resiliente” para a indústria PLM. Um termo de marketing nunca usado antes por essa indústria de software e que faz pensar novamente sobre o tema de diferenciais do sistema de PLM. As empresas de PLM estão em busca de diferenciações. Ninguém quer vender apenas “simples caixas”. E a indústria PLM tem alguns desafios aqui. Cavar dentro de cada aplicação PLM.

Você pode encontrar surpreendentemente semelhança no que se trata de gerenciamento de dados CAD, BOM, gerenciamento de portfólio, configuração de produtos, cadeia de abastecimento e qualidade. Fornecedores de PLM dizendo que suas plataformas são diferentes. Diferentes tecnologias foram criadas em uma época diferente. A nova interface do usuário é melhor do que aquele que foi criado há 15 anos. Novas ferramentas de administração são mais simples. Nuvem foi um fator de diferenciação para alguns fornecedores de PLM ao longo dos últimos anos, mas estes dias nuvem está em toda parte. Empresas de PLM estão inovando em modelos de negócios open source e marketing.

Mas o ganho está nos detalhes. Esse documento da Aras faz pensar sobre a tentativa de comparar algumas das tecnologias de PLM e elementos do modelo de negócios. A imagem abaixo é um diagrama de arquitetura e leva a abordagem chamado” modelo orientado SOA” por Aras.

PLM Aras, uma abordagem resiliênte.

PLM resiliente

A imagem acima explica como Aras é realmente diferente de outros sistemas. Afinal, servidor Web SOA é o código, que é executado no servidor. E se modelos de solução apresentar alguma lógica? Abaixo há uma comparação mais granular abaixo, cobrindo sistema de PLM do ponto de vista técnico e de negócios:

Comparação de sistema de PLM

ComparaçãoPLM

Você pode ver vários pontos onde Aras está apoiando uma das possíveis opções disponíveis no tradicional na premissa de sistemas PLM e em nuvem (marcado pela cor laranja):

  1. Nuvem e hospedagem: Aras está disponível a partir da infra-estrutura IaaS. A partir de anúncios anteriores, Aras está apoiado em Microsoft Azure. 2. Sistema operacional: Aras está apoiado na plataforma de servidores Windows. 3. Base de dados: Aras está apoiado no Microsoft SQL Server, que é um RDBMS possíveis e apoiado por outros sistemas PLM tradicionais. 4. Aplicações clientes: Aras está disponível no navegador. IE e Firefox são suportados. 5. Releases. Aras está disponível através de grandes lançamentos e Service Packs.

No entanto, há três pontos onde Aras é diferente de sistemas PLM tradicionais (marcadas na cor verde). Um deles é técnico e dois outros são relacionados a negócios.

  1. Dados e modelo de objeto. Aras está comercializando seu modelo de objeto como SOA orientado a modelo. A descrição de alto nível deste modelo pode ser encontrada no site Aras. Embora a definição seja técnico, pode-se perceber que é algo mais poderoso e aberto, e que garante a sustentabilidade do Aras para mudanças no longo prazo. Assim, este é um ponto de característica da resiliência do Aras.
  2. A licença do Aras é livre, o que é único na indústria PLM. Você pode comparar subscrição SaaS com Aras, mas na verdade não há nenhuma maneira como obter software PLM com custo zero de quaisquer outros fornecedores de PLM.
  3. Upgrades. Normalmente, na premissa de software PLM, as atualizações são tratadas por prestadores de serviços ou fornecedor. Aras está incluindo suporte à atualização no custo de assinatura. Parece com SaaS onde o fornecedor terá que cuidar de atualização de servidores, mas é algo exclusivo na premissa de ofertas de PLM.

 

Aras se destaca por 3 fatores principais de diferenciação – licenciamento livre, atualização incluído em serviços de assinatura e tecnologia para definir tudo no sistema usando a linguagem XML-driven. Há uma conexão entre os fatores técnicos e de negócios. De acordo com Aras, o modelo orientado SOA dá uma capacidade única para apoiar ciclo de vida de implementações Aras e futuras atualizações. Este é um ponto mencionado pela Airbus, onde Aras está assumindo riscos para atualizar o sistema no futuro. É uma qualidade única que não pode ser encontrada em outros sistemas.

*Texto adaptado do post de Oleg Shilovitsky do Blog Beyound PLM.