Como Selecionar uma Plataforma de PLM?

Por: Neimar Chiapetti

Então você está procurando um sistema PLM para a sua empresa. Dando uma rápida pesquisada, você percebe que tem muitos deles no mercado, e todos eles parecem muito uns com os outros. Todos fazem controle de versão e revisão, check in e check out de arquivos, workflow de arquivos e conectores com CAD, entre outras tantas vantagens.

O que estou querendo dizer é que comparar uma lista de “features” entre um software e outro é uma péssima maneira de diferenciar uma tecnologia e outra.

Então, listo abaixo algumas dicas que podem lhe ajudar a definir qual tipo de tecnologia PLM é mais moderna.

“Verifique para que lado o vento está soprando…”
Tente identificar qual tecnologia PLM as maiores companhias do mundo estão investindo AGORA (não a que eles investiram há 10 ou 20 anos atrás).
Geralmente eles tem uma vasta experiencia com em PLM e recursos para avaliar a fundo as tecnologias existentes no mercado. Essas grandes empresas impulsionam a indústria PLM pois os seus investimentos financiam o desenvolvimento da tecnologia. Portanto, o que eles estão fazendo importa. E muito!
As empresas mais pequenas, com menos história e experiência com PLM, muitas vezes não adotam as tendências tecnológicas mais recentes dentro da indústria do PLM e, portanto, são mais propensas a ficar com tecnologias antigas que, no entanto, são vendidas basicamente pela presença de mercado. Mas, com um pouco de esforço e pesquisa adicionais, elas poderiam evitar esse erro.
Um comprador “experiente” de PLM, procura pelas tecnologias PLM mais recentes escolhidas por grandes companhias como um guia de quais tecnologias serão os futuros “vencedores”.
Para fazer isso, verifique o site dos desenvolvedores e press releases de empresas especializadas. Olhe para a indústria e relatórios de análises de empresas como CIMDATA e Gartner. Confira aqui um exemplo de relatório..
Além disso, utilize-se de qualquer contato que você tenha na indústria de PLM.

“Não foque nas coisas fáceis…”
Tenha em mente que todos os softwares PLM farão o básico. Foque nas tarefas mais difíceis.
Um dos principais problemas dos software PLM das décadas de 80, 90 e de hoje em dia é que eles são rígidos e difíceis de configurar e customizar.

Toda empresa precisa, em determinado estágio, modificar ou estender a forma como os dados são organizados no sistema (o modelo de dados), o formato da User Interface (UI) e a forma como as aprovações são realizadas via workflow.
Hoje em dia, as grandes empresas estão buscando cada vez mais tecnologias PLM flexíveis, que possam ser adaptadas às suas necessidades de forma rápida e fácil sem criar muita dor de cabeça. Como saber se a sua tecnologia preferida é um desses sistemas modernos e flexíveis? Aqui estão algumas dicas:

  • Estenda o modelo de dados PLM criando novos objetos de negócios ou ‘Tipos de Item’ ou modificando os existentes adicionando propriedades extras.
  • Adapte a interface do usuário, por exemplo, modificando o layout dos formulários.
  • Alimente os fluxos de trabalho ou crie novos.

Se a resposta a qualquer uma dessas questões for “não é possível” ou “leva muito tempo” (e, por muito tempo, etsamos falando em mais de uma hora) ou se o fornecedor lhe aconselha a não alterar as coisas citando preocupações com atualizações futuras, significa que a tecnologia PLM que você está avaliando provavelmente não é moderna.

Além disso, se você tiver que desligar o sistema para fazer essas mudanças, é um sinal claro que o sistema não é moderno. Os sistemas modernos permitem mudanças “ao vivo” para eliminar o tempo de inatividade.

Aqui está outro ponto importante. Descubra se o serviço de atualização faz parte do contrato de manutenção. Alguns dos sistemas mais modernos agora oferecem serviços de atualização inclusos, não importa o quanto você configure ou personalize. Eles não fazem isso com porque são legais. Eles fazem isso porque tecnologias mais modernas agora permitem isso sem uma grande sobrecarga.

“Quanto tempo vai demorar pra instalar?”

Os sistemas modernos tendem a ser rápidos e fáceis de instalar e são mais fáceis ainda de manter. Os sistemas mais antigos, que evoluíram ao longo dos anos adicionando camadas extras, tendem a ter muitos componentes para instalar. Eles também, como carros antigos, precisam de mais manutenção.

Como regra geral se demorar mais de metade do dia a instalar, a tecnologia PLM provavelmente não é moderna.

Outra entrega é o tamanho do guia de instalação. Como os anéis em um tronco de árvore, o número de capítulos está diretamente relacionado à idade da tecnologia PLM.

Você também deve verificar se a tecnologia PLM suporta as últimas tecnologias de backbone, como sistemas operacionais, navegadores (procurar suporte para HTML5), bases de dados e infra-estruturas em nuvem (como o Azure). Os sistemas modernos estão atualizados com os últimos desenvolvimentos nessas áreas.

“O quanto ele é aberto?”


“Os sistemas modernos tendem a ser mais “abertos” porque isso é o que as grandes empresas estão exigindo.”

Eles são mais fáceis de integrar com outros sistemas de negócios através de APIs abertas e publicadas.

Eles permitem que você mantenha o controle de seus próprios dados, não criptografando seus dados no banco de dados (o que efetivamente o bloqueia para sempre!)

E eles fazem tudo isso sem comprometer a segurança.

Então, pergunte a outras empresas e referências o quão bem integrou o sistema PLM com outros sistemas e se era difícil de fazer.

Se foi relativamente rápido e fácil, o sistema provavelmente é moderno. Se não foi, então talvez não seja.

Em resumo, escolher um sistema PLM não é uma tarefa fácil. É muito difícil de diferenciar os sistemas de um ponto de vista técnico quando você não é necessariamente um expert.

Esperamos que esse artigo lhe dê algumas idéias e o ajude a fazer isso.