Right Way Group escolheu ZW3D para impulsionar o projeto de autopeças

By | Caso de Sucesso, Desenho de Produto, Engenharia Automotiva, Sem classificação | No Comments

ZW3D-LOGO

 

ZW3D, um dos principais fornecedores mundiais de soluções avançadas de CAD/CAM para a indústria de manufatura, anunciou hoje que foi escolhida pela Industrial Co., LTD.(RW Group), como uma aposta para alcançar uma maior produtividade, um menor custo e encurtar o tempo de espera.

RW Group, fundado em 1964, é uma companhia com sede em Taiwan. É especializada na fabricação de pistões saleof e forja produtos para automóveis, locomotivas, equipamento de motor e indústrias de aviação. Uma vez que 80% do seu comércio gira em torno de exportação, a RW Group também se engaja na OEM e ODM para automóveis, motocicletas, motores de popa e motores industriais.

campanha1

 

A necessidade

A RW Group tem uma posição forte em seu mercado, constantemente refina tecnologias de produção e introduz atualizações com base na gestão de dados, em uma tentativa de manter um alto nível de qualidade, melhorar a eficiência de I & D e expandir as ofertas de produtos para invadir novos mercados.

A solução

Após uma avaliação minuciosa, a RW Grupo adquiriu o ZW3D CAD/CAM. Com funcionalidades de design de produtos diversificados, o ZW3D apoia o RW Group para maximizar a flexibilidade na modelagem.

“ZW3D é um conjunto de aplicativos que você pode usar para projetar produtos da maneira que quiser – e não da forma como a sua ferramenta de CAD exige”, disse Wang Chin-Lee, Gerente de R & D Departamento do RW Group.

É aplicável para projetar diversos produtos, como hastes de ligação para automóveis, produtos de direção e de ligação, hubs, rodas dianteiras e componentes de alumínio para todos os tipos de motores.

“A capacidade de modelagem híbrida de superfície sólida do ZW3D soluciona a necessidade de produzir desenhos suavemente arredondadas em todos os componentes de alumínio de motores “, acrescentou Lee.

“Sua interface simples e outras características tornam o a utilização ZW3D mais rápida do que a do Autodesk Inventor. Nosso departamento de engenharia está no mínimo 10% mais rápido depois de adotar ZW3D “.

campanha2

 

Sobre ZW3D CAD / CAM

ZW3D é um software CAD / CAM para modelagem 3D, design de moldes e usinagem,  que leva os engenheiros desde o conceito até o produto acabado. Seu diferencial é a facilidade de usar e seu ambiente colaborativo único.

 

rwgroup

Sobre o Grupo RW

Fundada em 1964 e incluida na TSEC em 11 de agosto de 1980,  como Right Way Industrial Co., LTD. a RW Group prospera com um espírito enérgico e vital na industria automotiva, peças relacionadas com motocicletas e peças para fabricação de motores. A Companhia distribui seus produtos dentro do mercado interno e no mercado asiáticos. Ela também possui uma joint venture com a tecnologia ITRI (Industrial Technology Research Institute), em parcerias com empresas no Japão, EUA e Alemanha.

 

Fonte: ZWSoft

 

Chrysler aumenta sua receita em US$ 1 milhão por dia com Simul8.

By | Análise do Produto, Caso de Sucesso, Conhecimento & Utilidade, Engenharia Automotiva, Manufatura de Produto, Sem classificação | No Comments

A líder de fabricante de automóveis Chrysler aumentou suas receitas em US$ 1 milhão por dia sem aumentar os custos de fabricação e suprindo o aumento da demanda para os modelos 2015.

Sediada em Auburn Hills, Michigan, o Grupo Chrysler da FIAT possui 33 fábricas em quatro países e emprega mais de 52.000 pessoas.  A planta de montagem localizada em Brampton tem a capacidade anual de produção de 200.000 unidades e é o local onde são construídos o Chrysler 300, Dodge Charger e Dodge Challenger. As equipes de simulação de processos da Chrysler foram encarregadas de determinar se a Fábrica de Montagem localizada em Brampton suportaria um aumento de rendimento de 39 unidades por dia para lidar com o aumento da demanda para o ano de 2015.

O Desafio

No início de 2015, a Chrysler lançou o Chrysler 300, Dodge Charger e Dodge Challenger, e devido ao lançamento dos novos modelos foi necessário aumentar a produção de 930 para 969 veículos por dia para assegurar que a demanda poderia ser atendida. Steve Lin, um membro da equipe de simulação da Chrysler foi incumbido de estudar a performance da linha final de Guarnição de Chassis (TCF) para determinar que mudanças poderiam ser feitas, a fim de atingir o maior número de unidades por dia. Para alcançar esta meta, seria preciso aumentar a produção por hora (JPH) de 64 para 66 unidades.

A Solução

A equipe de simulação utilizou a fábrica de montagem de Brampton para fazer os testes nas velocidades das linhas de produção e entender o impacto que teria no resultado. Cada planta da corporação possui sua própria base de simulação e as alterações podem ser feitas dependendo a área que eles estão tentando aprimorar.  As primeiras maquinas a serem observadas foram as máquinas de baixo desempenho, e por serem estações automáticas, foi possível analisar o impacto na produção caso houver a redução do ciclo de vida da produção, nestas máquinas foram identificados 2 gargalos.  Com a simulação, podemos rankear as linhas com base no desempenho e identificar aonde estão os gargalos, e quais máquinas estão ficando ociosas. Foram realizados mais alguns estudos a respeito da linha de produção após a identificação dos gargalos. Na image abaixo, possui um gráfico gerado pelo sistema, que constou que os processos de Door Line, Sanyo Loop, Foam Both e D3 possuem mais gargalos, onde serão alterados e testados no primeiro teste.

Os dados utilizados pela Chrysler foram dados reais recolhidos no chão de fábrica, através de um sistema de dados do PLC, com relatórios em tempo real de velocidade de linha, ciclo de vida, MTTR e MTBF. Estes dados foram importados no software de simulação, o que significa que o único pré requisito, é que o MTTR e MTBF não fossem alterados. A simulação foi executada ao longo de um ciclo de 1 mês utilizando dados reais, assegurando que os testes fossem o mais parecidos o possível com os resultados reais, aumentando a sua credibilidade e permitindo que sejam alterados os tempos de produção das linhas de montagem a fim de que melhore o rendimento das máquinas.

O Resultado

A equipe de simulação identificou a possibilidade de redução do ciclo de vida de duas máquinas de modo que fosse suprida a necessidade de aumento de produção em 39 unidades por mês, chegando ao número de 969 unidades produzidas conforme o proposto. Com este aumento de unidades/mês, a receita diária da Chrysler aumentou em US $ 1.000.000. Como antes de realizar o ajuste nas máquinas foi simulado os impactos, foi identificado a maneira de fazer o aumento desta receita acelerando estas linhas sem ter nenhum gasto adicional para a Chrysler.

A equipe de Gestão da Chrysler foi capaz de utilizar esta simulação para ajudar a tomar as melhores decisões sobre como melhorar a sua linha de Guarnição de Chassis (TCF), a fim de satisfazer a taxa de produção desejada, contudo, como a simulação utilizada foi criada a partir de uma base de simulação, ela pode ser utilizada futuramente para novas trocas e análises nos processos da fábrica.

Qual e o próximo passo?

A equipe de simulação da Chrysler continua utilizando o SIMUL8 em toda a organização para ajudar na tomada de decisões de negócios mais eficazes. Isso pode ser em projetos que vão desde estudos de viabilidade de novas fábricas e linhas, a como fazer linhas existentes serem mais eficientes. Steve Lin e sua equipe estão agora apoiando fornecedores com a simulação para melhorar seus processos também.

Fonte: simul8.com

Para mais informações a respeito do Simul8, contato@cicloplm.com.

Desperdícios Visíveis e Ocultos da Indústria

By | Análise do Produto, Conhecimento & Utilidade, Desenho de Produto, Engenharia Automotiva, Gestão do Ciclo de Vida do Produto, Industria 4.0, Manufatura de Produto, Sem classificação | No Comments

Por Everton Fernandes – Head of Applications Specialist na Ciclo PLM Software

Em um mundo competitivo, para que uma empresa sobreviva, é necessário investir. A todo ano, mais e mais investimentos são aplicados em processos, ferramentas, maquinas, capacitação, etc. Quando falamos em potencializar o processo produtivo, sempre tocamos nesse ponto, “investimento”, aplicar recursos para ter algum tipo de retorno. E se, ao invés de investir, aplicar, simplesmente retirássemos? Calma, já vamos explicar…

Você já parou para pensar quanto dinheiro está parado em sua empresa? Dinheiro esse que poderia ser revertido em investimento, ou em até em lucro? Sim! A todo o dia, milhares e milhares de investimento ficam parados em estoques, máquinas paradas, processos desnecessários, gargalos e mais gargalos. Tudo isso já foi percebido la pela década de 50, na Toyota, ao perceber-se que, grande parte dos prejuízos de uma organização dava-se devido aos desperdícios. Ao todo, esses desperdícios foram separados em 7 categorias.

Entre eles estão:

1. Transporte:

Este desperdício está ligado diretamente a quanto e como eu necessito transportar realmente, em comparação com o quanto e como eu tenho que transportar. O cliente não paga por esse transporte, logo, quanto menor a distância e quanto maior o volume de itens que eu transporto dentro do meu parque fabril, mais economia eu terei.

2.Estoque ou Inventário

Estoques, tanto intermediários quanto finais, representam dinheiro parado. Inclusive, dependendo do tempo em que um produto deve aguardar para o próximo processo ou para o repasse ao cliente final, sua integridade pode ser afetada, ocasionando inclusive refugos.

3. Movimentação

Lay outs pouco organizados obrigam os funcionários a se moverem desnecessariamente dentro do parque fabril. O acumulo do tempo improdutivo em que o funcionário movimentando se desnecessariamente gera por não estar produzindo é convertido em dinheiro desperdiçado.

4.Espera

Que empresa hoje não possui gargalos? Todos percebemos gargalos relativamente grandes em nosso parque fabril. Esses gargalos, enquanto não corrigidos, são convertidos em toneladas de investimento indo pelo ralo.

5.Excesso de processamento

A adição de operações desnecessárias, pode tanto agradar ao cliente por superar as expectativas, como também agregar funções que apenas nos trarão prejuízos.

 6.Excesso de produção

Produzir além da demanda é um erro grave. As consequências podem gerar muito estoque até eventual descarte de produtos. Além disso, em algumas ocasiões, o próprio processo possui detalhes que são executado repetidas vezes ou etapas que estão fora do recomendado.

7. Defeitos

Peças defeituosas, em muitos casos, eliminam completamente o lucro que seria obtido, e acarretam inclusive em prejuízo para a empresa. Além dos “reprocessos” e processos para a detecção do motivos dos defeitos.

Como podem perceber, um pequeno amontoados de desperdícios pode gerar um grande prejuízo para a organização. Logo, antes de iniciar qualquer investimento para potencializar o processo produtivo da sua empresa, lembre que esse investimento irá possivelmente servir também para cobrir desperdícios. Ou seja, ganho dobrado!

Conheça o ARAS INNOVATOR e otimize seus processos e fluxo de informação com baixíssimo custo. 

O novo Mercedez Benz C-63 é um verdadeiro V8 Bi-turbo muscle car Alemão.

By | Engenharia Automotiva, Sem classificação | No Comments
Mercedez-AMG anunciou na quinta-feira a nova obra de arte motorizada chamada cupê C63, e porque é AMG, sabemos que vai 
ter algumas coisas impressionantes acontecendo sob o capô. O C63 Coupe 2017 é o mais poderoso já feito, com mais potência e 
mais velocidade do que nunca.

"O novo AMG C63 Coupe encarna a nossa concepção de progresso: Oferece dinâmica longitudinal e transversal impressionantes
em um nível extremamente elevado juntamente com uma maior economia de combustível", disse Tobias Moers, Presidente do 
Conselho de Administração da Mercedes- AMG , num comunicado de imprensa .

Aqui está um look do novo carro à antes da sua estréia no Frankfurt Auto Show no próximo mês.

Project Redacted

By | Engenharia Automotiva, Sem classificação | No Comments

A montadora norte-americana Local Motors revelou esta semana o projeto ganhador do seu concurso de design para carros impressos em 3D, o Project Redacted, lançado em maio, que contou com 60 inscrições. O projeto ganhador, chamado de Reload Redacted – Swim and Sport foi desenhado pelo engenheiro mecânico Kevin Lo, 39 anos, premiado com a quantia de 7 500 dólares.‪#‎LocalMotors‬ ‪#‎3Dprinting‬‪#‎CrowdDevelopment‬ ‪#‎Reload‬